quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Cisne Negro - tutorial da make usada no filme

A atriz Natalie Portman está dando o que falar. Além de ser indicada ao Oscar como melhor atriz, o make que usou no filme "Cisne Negro" virou hit. O filme estreia sexta-feira (4) nos cinemas,  aqui o passo a passo do make que pode ser usado à noite e ainda  dicas valiosas para você fazer bonito na hora de se maquiar. Confira!



fonte: gnt

E ai você usaria este olhão para ir á uma balada?
Eu achei bacana mas e depois de tudo isto heim...
Imagine o tempo que gastaria para remover toda esta maquiagem preta.

Sorteio no blog: Vidrinhos da Gi




Regras para participar:
1)Ser seguidora do blog  Vidrinhos da Gi
2)Comentar uma vez com seu nome de seguidora,blog,e email
3)Residir ou ter endereço de entrega no Brasil

Meninas é tudo isto ai em cima mesmo

São 10 produtos maravilhosos e uma nécessaire cheia de brilho.
Virá tudo embaladinho e na maior segurança:
-1 removedor de esmaltes
-1 removedor de esmaltes de banana
-1 vitalizante
-1 oléo de cravo
-1 revitlizante
-1 amolecedor de cutículas
-1 amolecedor de esmaltes
-1 base fortalecedora
-1 base endurecedora
-1 base hipoalergênica
-1 nécessaire


Só clicar 

A META É ATINGIR  300 SEGUIDORES JA TA QUASE ATINGINDO VAMOS LA 
JA ESTOU PARTICIPANDO TAMBEM. BOA SORTE Á TODAS NÓS.


Livro da semana

A arte da guerra




Resumo do livro A ARTE DA GUERRA


A Arte da Guerra   é um tratado militar escrito durante o século IV a.C. pelo estrategista
conhecido como Sun Tzu . O tratado é composto por treze capítulos, onde em cada capítulo é abordado um aspecto da estratégia de guerra, de modo a compor um panorama de todos os eventos e estratégias que devem ser abordados em um combate racional. Acredita-se que o livro tenha sido usado por diversos estrategistas militares através da história como Napoleão, Adolf Hitler e Mao Tse Tung.
Desde 1772 existem edições européias (quatro traduções russas, uma alemã, cinco em inglês), apesar de serem consideradas insatisfatórias. A primeira edição ocidental tida como uma tradução fidedigna data de 1927.
A Arte da Guerra foi traduzido ao português por Caio Fernando Abreu e Miriam Paglia (1995).
Apesar da antiguidade da obra, nenhuma obra ou tratado é tão compreensível e tão atual quanto A Arte da Guerra.
Com seu caráter sentencioso, Sun Tzu forja a figura de um general cujas qualidades são o segredo, a dissimulação e a surpresa.
Hoje, A Arte da Guerra parece destinado a secundar outra guerra: a das empresas no mundo dos negócios. Assim, o livro migrou das estantes dos estrategistas para as do economista e do administrador.
Embora as táticas bélicas tenham mudado desde a época de Sun Tzu, esse tratado teria influenciado, segundo a Enciclopédia Britânica, certos estrategistas modernos como Mao Tsé-Tung, em sua luta contra os japoneses e os chineses nacionalistas.


eu adorei o livro e você ja o leu? comente


BYE
♥ ♥ ♥
Reações:

4 comentários:

Postar um comentário